Direto das barrancas do Velho Chico

rio sao chico

Com músicas inspiradas na cultura do norte de Minas, Rodrigo Delage arrancou aplausos da platéia no FestiVelhas Encontros Thais Marinho, estudante de Comunicação Social da UFMG “Convido vocês para viajarem para o Sertão, na época do ano quando as folhas secam. Eu costumo dizer que Sertão é pausa e poeira”. O convite de Rodrigo Delage era para introduzir a primeira música, mas todo o show foi uma viagem para o Sertão. “O rio tá cheio, Maria/Ô cheio tá derramando”. É por que é de lá, do norte de Minas, que Rodrigo busca inspiração pra suas músicas.

Cantigas de beira de rio, batuques, cantos de remeiros, voltados. Ele faz adaptações de músicas da cultura popular. “Moça do cabelo em cacho/moça do olho rasgado”. E o resultado foi o Sertão trazido pra dentro da tenda do FestiVelhas por um Rodrigo que cantava sentado, com uma viola no colo, vestido de blazer, óculos e jeito de intelectual. A platéia? Gostou. No início meio tímida, ainda sem entender as músicas e o cantor. Aos poucos foi se soltando. À medida que o show se desenrolava, mais a platéia aplaudia. “Tem que ter gosto pro lamento/Ver filho chorar com fome”. De perto do rio Rodrigo morou, durante a infância, em Pirapora, cidade que fica as margens do São Francisco. Sua família tinha um rancho que ficava próximo ao Velhas. “Eu pude ver o sofrimento do rio e as melhoras que tem havido”, diz. “Rio mata sua sede, quando bebe minha amada”.

vE, foi assim, entre uma música e outra, que foi contando um pouquinho da sua história e do lugar de onde vem sua inspiração. “Com essas músicas, a gente vê como nossa cultura é rica e quanto saber tem nossos violeiros antigos”, afirma. Num momento do show, ele troca a viola por outra. A viola que tocava antes tinha afinação Rio Acima, a que passou a tocar, até o final do show, tinha afinação cebolão. E Rodrigo conta que quem usa afinação cebolão costuma explicar que o nome é esse por que o som é tão bonito que faz as moças chorarem como se descascassem cebolas. E quem usa afinação Rio Acima se defende: “enquanto vocês fazem as moças chorarem, nós pegamos, colocamos na nossa canoa e subimos rio acima”. “Paracatu, Rio das Velhas corria para o Velho Chico/Essas águas já foram tantas, o Sertão já foi tão rico”.

VOLTAR

Últimas notícias